Páginas

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Ele Quer Se Aproximar Da Mulher Que Ele Rejeitou no Passado



Um homem bonito, atraente, vistoso, popular, rodeado de mulheres, com facilidade para fazer amigos e "amigas", viveu uma experiência muito dura com uma determinada mulher no passado que o fez desenvolver bloqueios emocionais no aspecto dos relacionamentos amorosos.

Focado no trabalho, ele conheceu 3 mulheres que começaram a ter um certo interesse nele e ficaram  assediando, tentando conquistá-lo, cada uma com um interesse diferente. A loira de olhos azuis, era bonita fisicamente, mas seu interior era uma escuridão, ela só queria seduzi-lo para mostrar que podia, que era poderosa, um ego tão inflado, uma pessoa tão materialista que só pensava nela mesma e faria de tudo para obter qualquer benefício que um homem pudesse oferecer. A ruiva, era uma mulher muito bonita, atraente, com um poder de sedução natural, porém, sem malícia. Ela o amava profundamente e sabia de sua conexão espiritual com ele, ela tinha certeza de que eram almas gêmeas. A Estrangeira, era a terceira mulher. Alta, sensual, bonita com maquiagem, porém, estranha sem e muito magra. Mas era uma modelo que sabia ser fotografada, tinha suas qualidades.

Por um certo período, ele andou com as 3 mulheres, gostou de todas ao mesmo tempo no passado, por que cada uma tinha algo que lhe interessava. Uma atitude um tanto quanto narcisista pois ninguém gosta amorosamente de várias pessoas ao mesmo tempo, ele gostava dele mesmo e se gabava por estar sendo disputado por muitas mulheres. Entretanto, em algum momento, este homem fez uma escolha, escolheu a Loira de olhos azuis e teve um longo relacionamento com ela pois acreditava que gostava dela. Todavia, era um relacionamento frio, distante pois ela se fazia de difícil e ele pensava que ela era mais reservada e não se entregava totalmente a um relacionamento logo no início. Então, ele pensou que deveria conquistá-la, cortejá-la, correr atrás, mas ela dava desculpas vazias como "hoje eu não posso sair contigo..", ele nunca imaginou que ela gostava e estava com outro homem. Assim, ele insistiu e conseguiu ter uma certa convivência com ela.

Mas, havia um outro jogador nesse cenário, por isso ela se fazia de difícil, e muito em breve a verdade viria à tona.

Certa vez, o bonitão bobo apaixonado, foi levar uma rosa para sua "querida" namorada difícil e encontrou ela na cama com o outro homem que realmente a interessava. Agora, aquele homem atraente que tinha muitos contatos, fazia sucesso com as mulheres e as usava sem o consentimento delas, estava de coração partido. Ele se fez de difícil pra elas, jogou, brincou com os sentimentos delas, escolheu a pior de todas, uma jogadora também. Uma mulher duas caras, mau caráter e desonesta!

Nesse ínterim, a Ruiva verdadeiramente apaixonada, a mulher certa pra ele, também teve seu coração partido pois ela não era ingênua e acabou sabendo das outras de forma dolorosa também. Eu diria que a história desse homem pode ser vista como uma "Justiça Poética". Lembrem-se, o mundo dá voltas e não há nada que não seja revelado.

Tendo descoberto a verdade da pior maneira, este homem se pôs recluso, longe dos relacionamentos amorosos e de todos a sua sua volta. Ele se tornou um eremita pois precisava se curar do coração partido. Para mudar a sua forma de ver os relacionamentos, ele precisou se afastar de tudo e poder curar essa mágoa.

Alguns anos afastado e pensando..

Uma das outras 2 mulheres que ele não escolheu foi uma pessoa que ele se interessou muito no passado e o deixou na dúvida, porém, a rejeitou. Mas ele ficou muito interessado nela numa altura da vida. De qualquer forma, por algum motivo, ele não a escolheu. Preferiu a outra que era fria, distante, envolveu-se mal com uma mulher que demonstrava independência e que, na verdade, tinha envolvimento com outro.

Dessa forma, o bonitão colocou o amor em suspenso e aproveitou esse tempo para se curar e pensar de outra maneira, pensando na escolha errada ele começou a pensar na Ruiva que ele se interessou e acabou destruindo o coração dela também no passado.

E ele começou a pensar:

"será que sou o culpado de tudo?"
"será que eu manifestei toda essa tristeza?"
"será que eu manifestei isso tudo por que escolhi errado?"

Ele nunca disse nada pra Ruiva sobre tudo isso por que ele precisava fazer esse processo de cura, mas isso não significa que ele não pensava nela. E, se ele nunca fez nada em relação a ela, era por que ele precisava passar por isso, por esse aprendizado. Além dele ter se envolvido tanto com a mulher errada e tendo ficado preso a ela de alguma forma, provavelmente pelo fato de tido seu coração partido.. coisas em comum, material, dinheiro, associação, casamento, etc. Foi por esse motivo que ele não procurou a Ruiva, todo o passado precisava ser dissociado. Ele não se sentia livre para procurá-la. 

Mas ele está pensando nela agora!

Ele está livre, todas as páginas de sua vida estão em branco e ele está a caminho da Ruiva, a outra mulher, aquela que realmente o amava, contudo, sem o peso do passado nas costas. Ele vive um momento de paz e coragem pois completou seu aprendizado, sua lição espiritual. E, uma das lições que ele aprendeu bem é que temos de ponderar minuciosamente nossas opções. E, ele também aprendeu que, as vezes, precisamos passar por essas experiências dolorosas para podermos dar valor a certas outras pessoas que têm características que nós não daríamos valor se não tivéssemos passado pelo coração partido. É como apreciar o sol quando há o mau tempo!

O bonitão está valorizando mais essa mulher do passado que ele teve uma conexão forte e que não deu muita importância, não aprofundou essa conexão. Escolheu outra pelo ego e pelo orgulho. E, neste momento, ele valoriza mais a Ruiva do que alguma vez o fez. Por que a que ele escolheu antes o fez "dar de cara na parede". Tendo aprendido com seus erros, ele passou a pensar nessa outra mulher do passado constantemente. Ele pensa tanto que acha que ela está com alguém hoje, mas ela não tem ninguém, está solteira e sem lovers

Ele está totalmente preparado para seguir na direção dela, pronto para arriscar tudo pela mulher que agora ele valoriza e acha que podia ter escolhido. Porém, ainda não o fez por que está pensando  bem nas palavras que vai usar. Visto que ele não a havia escolhido antes e estava querendo voltar. Ele volta, mas tem de dizer a verdade, algo que faça sentido. Inclusive, ele está buscando esse sentido dentro dele mesmo para poder dizer o que verdadeiramente aconteceu. O bonitão quer contar a história, o porquê de ter escolhido a outra. Quer dizer que andava com as 3 às escondidas. Esse homem vai regressar com uma nova postura e, para isso, está pensando em como falar com a Ruiva de forma que diga a verdade, por que ele não quer mentir, mas não quer ser agressivo, quer ser assertivo, dizer as coisas com verdade, sem ofender e sem magoar. Por que ele quer realmente se aproximar dela, logo não pode ser ofensivo. Dessa forma, ele coloca na balança todos esses fatores para ser claro e verdadeiro quando for falar com ela. Pois não é uma conversa fácil!

A pessoa não é mercadoria, onde ele foi ao supermercado, escolheu uma, experimentou, não gostou e agora vai comprar outra. Qualquer palavra soa mal, então ele está preocupado com a maneira de falar. As pessoas não são objetos e esse homem sabe disso. Mesmo tendo tratado a todos dessa forma, como mercadorias, em especial a que mais sentiu com a difícil situação, a que o amava de verdade. Ela se sentiu traída, usada e exposta. Mas ele quer oferecer algo a essa mulher, quer oferecer ele mesmo, o tempo dele, a disponibilidade dele, o amor dele, todo o sentimento.. Ele quer estar com ela, saber como ela é, estar mais tempo com ela, aprender a valorizá-la ainda mais. Ele quer agir em direção dela e oferecer algo real, que tenha valor. Uma experiência que tenha valor de fato, do início, da primeira conversa até o resto da vida. Por isso, ele está ponderando tudo. Ele quer continuidade até o infinito.

Esse bonitão quer realizar com esta mulher, a Ruiva, alguma coisa que não realizou com aquela que lhe partiu o coração. Sonhos dele, projetos que mexem com o coração dele pois ele sente que esta mulher que ele não escolheu no passado é uma inspiração para materializar e criar estes sonhos que ele não realizou com a outra. Ele vê a possibilidade de realização com essa mulher que ele não valorizou, ela o inspira a poder viver os sonhos. O bonitão vê os sonhos da vida amorosa se realizando com essa mulher do passado, mas também vê os sonhos pessoais dele podendo se realizar estando ao lado dela, é isso o que ele sente.

Contudo, ele precisou partir o coração (dele e dela) para valorizar alguém que tinha um amor puro. 

O universo age de uma forma muito interessante, muitas vezes dura e complicada, mas muito por nossas próprias ações inconsequentes do que por destino. Existem muitas formas de se aprender as lições da vida e ver o que Deus quer nos mostrar. Ninguém está fada a praticar o mal. Jogos e traições são atitudes mundanas, não fazem parte do planejamento Divino, a dor sim, mas sempre é possível fazer escolhas honestas, que podem machucar, porém, usar a verdade é sempre a melhor opção. 

Na minha opinião, não existem palavras certas para contar essa verdade pois vai doer de qualquer jeito. O importante é que esse encontro aconteça em breve e tudo se resolva. 

E agora? O mundo deu voltas, as coisas mudaram, será que ela vai ficar com ele? Será que a Ruiva vai aceitar a verdade dele e dizer sim? O amor dela nunca foi embora, mas ela também refletiu, aprendeu, sofreu, amadureceu e ascendeu espiritualmente nesse tempo todo. Uma mulher inteligente, que sabe o que quer e onde quer chegar. A roda da vida girou e a decisão final está nas mãos dela. Que ela saiba usar isso com sabedoria!

*Texto Inspirado nas Leituras de Patrícia Monteiro.

A Guria Dourada

Nenhum comentário: