Páginas

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Alice in Chains faz única apresentação em Porto Alegre


Banda se apresenta às 22h no Pepsi On Stage

Banda de Seattle se apresenta a partir de 22h no Pepsi On Stage 
Crédito: Johnny Buzzerio / Divulgação / CP


Um dos representantes do movimento mais significativo da música norte-americana do final do século XX, o grunge ou rock underground, o Alice in Chains se apresenta pela primeira vez em Porto Alegre nesta terça-feira, às 22h, no Pepsi On Stage (Severo Dullius, 1995). Formado em Seattle, o maior celeiro do grunge, o Alice in Chains tem sido junto com Pearl Jam, um dos remanescentes mais ativos do movimento do final dos anos 80. A banda, que se voltou a ser reunir em 2005, após longo tempo em inatividade, concluiu a gravação em 2009 do seu primeiro e álbum de estúdio em 14 anos, “Black Gives Way to Blue”. No início deste ano, o Alice in Chains lançou “The Devil Put Dinosaurs Here” e voltou à estrada para turnê internacional, que passou pelo Rock in Rio, na quinta, dia 19.

A atual formação da banda tem dois remanescentes do início em 1987, o guitarrista e vocalista Jerry Cantrell e o baterista e percussionista Sean Kinney, além de Mike Inez (baixo) e William DuVall (guitarra). No repertório da noite, devem estar canções clássicas como “Man in the Box”, “Rooster”, “Would?” e as mais recentes como “Hollow” e “Stone”.

Apesar do som da banda ser associado ao grunge, ele também incorpora elementos do heavy metal, glam rock, hard rock e da música acústica. A banda estourou como parte do movimento grunge, mas alcançou fama internacional em 1992, ao participar do filme “Vida de Solteiro”, com a canção “Would?”. A banda já vendeu 20 milhões de álbuns. O primeiro fim ocorreu em 1994 devido ao uso abusivo de drogas do vocalista Layne Staley.

Em novembro de 1995, a banda retomou as atividades com o lançamento do álbum “Alice in Chains”, um retorno às raízes heavy metal da banda, e estreou na primeira posição das paradas. Este seria o último álbum oficial que o Alice in Chains produziria com o vocalista. O grupo reapareceu em 1996 para tocar seu primeiro concerto em cerca de três anos, no “MTV Unplugged”. Em 1998, Staley se reuniu com outros membros do grupo pela última vez para gravar as inéditas: “Get Born Again” e “Died”. A possibilidade da reunião completa da banda terminou em abril de 2002, quando Staley foi encontrado morto em seu condomínio por overdose de drogas.

Postar um comentário

Follow My Spotify Playlist!