Páginas

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Detonautas lança clipe com música dedicada a protestos pelo Brasil


'Quem é você?' foi composta em 2012, mas ganha vídeo com cartazes.
Banda diz que música relata 'problemas sociais crônicos' dos brasileiros.

A banda Detonautas em clipe da música 'Quem é você?', lançado nesta quarta-feira (Foto: Divulgação)


A banda carioca Detonautas lançou clipe para a música "Quem é você?", composta em 2012. Segundo o grupo liderado pelo vocalista Tico Santa Cruz, a música é "uma crônica sobre a vida do brasileiro, relatando alguns de seus problemas sociais crônicos, mas também demonstrando um pouco da hipocrisia que cerca alguns assuntos e recheada de ironia" (Veja o clipe de 'Quem é você?', lançado pelo Detonautas).

Além da música do Detonautas, conhecido por canções como "Olhos certos", "Outro lugar" e "Quando o sol se for", outros artistas já dedicaram músicas aos protestos. Entre eles, estão Seu Jorge, que cantou "Chega (Não é só pelos vinte centavos"; e Leoni, autor de "As coisas não caem do céu". A assessoria do Detonautas havia informado que "Quem é você" foi composta em 2002, mas o grupo confirmou ao G1 que a canção é de 2012.

Veja a letra de "Quem é você", dos Detonautas:

"Você trabalha feito um burro de carga puxando um sistema podre que é bancado com o seu suor / E sexta-feira vai a igreja comungar com sua família a voz sagrada Jesus Cristo é o Senhor / deixa parte do salário em retribuição a dádiva divina da palavra do pastor.
É melhor garantir um lugar no céu / Aqui nesse inferno tenta só sobreviver e o que salva é a cervejeira no fim de semana assistindo o jogo do seu time preferido na TV

Segunda-feira o seu filho tá em casa porque a escola onde estuda não tem nem um professor
E o professor esta na rua apanhando da policia tá cobrando seu salário do Governador Enquanto isso numa casa confortável uma família abastada reunida assiste televisão
E praguejando fala mal de quem esta na rua enfrentando
E dando a cara pra lutar contra a situação!

Um fura fila que entrou na sua frente conseguiu ser atendido muito antes de você
E aquele cara que foi reclamar do caso chamaram de barraqueiro que não tinha o que fazer
A sogra dele há semanas na espera, vai pensando que já era, não consegue o leito em um hospital / E na favela aquela guerra continua traficante e policia no controle social!

Tu fuma um Beck e é chamado de financiador por um senhor que toma uísque e bate na mulher / E nego enche a cara no fim de semana sai de carro dirigindo mata cinco e puxa o carro e sai de ré / A gente gasta são 6 meses de salário dando tudo pro governo e não tem quase nada em troca / E o governo vai tomando e gastando a parte dele eles são o parafuso e você é a a porca

Já passou 500 anos dessa história e não mudou tanto assim desde a colonização
A diferença é que hoje o colonizador é aplaudido num programa de televisão
A gente acha que um dia como se por um milagre Deus no auge da bondade fosse interceder e enquanto esse diga não chega a gente vai aceitando e esperando alguma coisa acontecer

O teu avô que trabalhou a vida inteira dia e noite noite e dia até se aposentar recebe agora uma miséria de salário fica 10 horas na fila esperando e não pode reclamar
Mas as crianças vão crescer e o futuro do Brasil por algum dia deverá ser bem melhor!
Só que o problema é que as crianças tão crescendo com seus pais longe de casa e mais ninguém a seu redor!

Eu não queria te dizer mas vou ter que falar tu é esperto mas tá sendo passado pra trás
Pode ser que quando tu percebas isso lá na frente já seja tarde demais

Agora dance! Agora dance / Mão na cabeça, mão no joelho
Fica de quatro, não pode parar / Agora dance / Dance
Mãozinha prum lado bundinha pro outro se finge de morto mas não pare de dançar!mas não pare de dançar!"

Postar um comentário