Páginas

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Manifestantes protestam contra corte de árvores em Porto Alegre


Grupo tenta impedir derrubada de vegetação na Usina do Gasômetro. 
Autorizado pela Justiça, corte é para prosseguimento de obra da Copa.

Manifestantes se concentraram em frente ao Paço Municipal (Foto: Vanessa Felippe/RBS TV)

Vanessa Felippe

Cerca de 250 de pessoas participaram de um protesto na noite desta quinta-feira (23) em frente à Prefeitura de Porto Alegre contra o corte de árvores nas imediações da Usina do Gasômetro, na região central da capital, em razão das obras de duplicação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva (Beira-Rio) para a Copa do Mundo.

Participante se fantasiou de tatu-bola, o mascote
da Copa (Foto: Vanessa Felippe/RBS TV)

Fantasiados e segurando cartazes, os manifestantes se concentraram em frente ao Paço Municipal desde o início da noite. De lá, saíram em caminhada pelas ruas do Centro até O Gasômetro, onde ativistas do movimento chamado Ocupa Árvore estão acampados há vários dias na tentativa de impedir o corte da vegetação. 

Depois dos atos de vandalismo da noite de quarta-feira (22), quando o prédio da prefeitura foi pichado pela quarta vez esse ano, a segurança no local foi reforçada pela Guarda Municipal e Brigada Militar. Segundo a polícia, a manifestação foi pacífica e transcorreu sem incidentes. Um novo ato está marcado para a segunda-feira (27).

Na última quinta-feira (16), uma decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul derrubou a liminar do Ministério Público que impedia a retirada das árvores da área. Cerca de 115 árvores serão derrubadas para as obras de duplicação da via. A prefeitura de Porto Alegre fazer a compensação ambiental com o plantio de 401 novas mudas.

Grupo fez uma marcha até as imediações na Usina do Gasômetro (Foto: Vanessa Felippe/RBS TV)

Postar um comentário

Follow My Spotify Playlist!