Páginas

sexta-feira, 15 de junho de 2012

SEXTANIMAL - Faltam cães-guia para deficientes no Brasil

Mais de seis milhões de pessoas sofrem de deficiência visual no Brasil, segundo o último Censo brasileiro. Entretanto, apenas 70 exemplares de cães-guias estão disponíveis no país.

Com a situação, muitos brasileiros se veem obrigados a importar os animais, principalmente dos Estados Unidos. Foi o caso da funcionária pública Maria Rita Souza, que trouxe seu labrador Milo dos EUA e está em fase de adaptação com o animal.

— Ele vai ser muito útil, porque trabalho todos os dias e ele vai me ajudar muito na minha rotina. Vai me trazer muita qualidade de vida.

O labrador de um ano e meio, obedece a comandos apenas em inglês. Maria Rita perdeu a visão aos 21 anos em decorrência de uma doença degenerativa. O cão guia custou R$ 25 mil, mas Maria Rita não pagou nada pelo animal.

Ele foi conseguido por dois amigos que fazem parte do Instituto Iris, instituição que, por meio de uma parceria com uma escola de treinamento de cães-guia nos EUA, consegue importar animais para o Brasil.

De acordo com Ersea Alves, que comanda o instituto, trazer os animais só é possível por meio de doações, parcerias e boa vontade de pessoas que ajudam. O Instituto Iris consegue doar dois animais por ano.

De acordo com Marcelo Panico, também do Insitituto Iris, mais do que cães para serem treinados, faltam formadores.

— Faltam treinadores, formadores de cães-guia, que possam entregar os animais com excelência e eficiência.
 
 

Postar um comentário