Páginas

terça-feira, 3 de abril de 2012

Siga esses cuidados na hora de comprar peixes

Google Imagens

Os peixes de água doce e salgada são considerados fontes de proteínas na nossa alimentação. Porém, as espécies de origem marinha apresentam maior quantidade de ácidos graxos ômega 3 do que os de água doce. Isso acontece, pois os peixes de água salgada se alimentam de fitoplâncton marinhos que contém esses ácidos graxos, já os animais de água doce são mais ricos em ômega 6, pois, estes se alimentam de crustáceos, larvas, além de fitoplâncton de água doce.

O momento de comprar o peixe é fundamental para que sua garfada seja nutritiva e saborosa. "É importante destacar que a forma de preparo do peixe influencia muito na quantidade de calorias e gorduras. A pele do animal não deve ser retirada, pois ela é considerada a proteção contra o ressecamento, preservando o suco natural e o sabor do peixe", explica a nutricionista Patrícia Bertolucci, da PB Consultoria em Nutrição. A seguir, ela ensina como comprar o peixe fresco:
Escamas do peixe devem estar brilhantes e firmes
Olhos

Devem ser transparentes e brilhantes, como se o peixe ainda estivesse vivo. Quando o peixe fica muito tempo no gelo ele fica com os olhos achatados e sem brilho.

Corpo

O corpo do peixe tem que estar bem liso, com a pele intacta e a carne firme sempre que pressionarmos o dedo sobre ela.

Guelras

Quando comprado fresco, o peixe deve apresentar guelras brilhantes e com a cor vermelha, clara e sem marcas cinzentas.

Pele

Tem que estar brilhante e úmida ao tato. A cor pode variar, dependendo das características das espécies.

mulher comprando peixe congelado
Escamas

Devem estar brilhantes e firmes, presas ao corpo. Não devem estar embaçadas e opacas, passe a mão no peixe e verifique se as escamas estão se soltando facilmente. Caso estejam, evite.

Odor

O cheiro não deve ser forte ou azedo, parecido com iodo ou amônia, que é sinal de que já passou da data de validade.

Como comprar peixes não frescos

Segundo a nutricionista, comprar peixes congelados e em sua versão defumada também exigem alguns cuidados, principalmente com a questão da conservação. Veja as dicas que ela dá para escolhermos os melhores peixes em sua versão não fresca e mantermos a nossa saúde protegida:

Peixe grelhado com salada
Seco e salgado

O peixe seco e salgado já vêm limpo, sem a cabeça. Alguns até sem o rabo. Para comprar, verifique se está realmente seco, com a carne clara e firme, sem a presença de manchas, marcas ou pintas. O cheiro também deve estar agradável, sem um odor de azedo. Não deve ter manchas na carne de cor avermelhadas, que é causada por um fungo, o "vermelhão". A carne não pode estar úmida e mole. As bordas não devem estar descoloridas ou escurecidas.

Congelado

Os peixes congelados devem estar acondicionados em embalagens fechadas e bem lacradas. Opte pelas embalagens transparentes que permitem analisar o produto. A carne não deve estar descolorida, com manchas ou pintas. Geralmente os congelados vêm sem a pele. Prefira os filés e postas. Observe se não há formação irregular do gelo, que pode se formar pelo descongelamento e recongelamento.

Enlatado

Os enlatados são as chamadas conservas. A lata deve estar inteira, sem ferrugens, sem furos ou amassados, principalmente nos cantos ou bordas e não deve estar estufada.

Defumados

O peixe deve ter a carne firme, com a coloração uniforme, sem manchas ou pintas escuras ou de mofo. Quanto mais velhos, mais ressecados eles ficam. Apesar do odor de defumado, não deve ser azedo ou muito forte.

Postar um comentário