Páginas

terça-feira, 24 de abril de 2012

Novo Som Brasil estreia nesta sexta, 27, cantando o nordeste dos anos 70

Elba Ramalho e Geraldo Azevedo
TV Globo/Divulgação
Por Cláudia Boëchat

Camila Pitanga volta a apresentar o Som Brasil em seu novo formato: em vez de homenagear um único compositor, o programa global terá um tema como foco. O primeiro é o nordeste dos anos 70, de Geraldo Azevedo, de Zé Ramalho, de Fagner, de Belchior, de Ednardo... Elba Ramalho é a estrela. Os novos nomes da MPB desta edição são Zé Cafofinho e Suas Correntes, Nuria Mallena e Karina Buhr. 

Geraldo Azevedo faz uma aparição e canta “Táxi Lunar” com Elba (na foto acima, os dois aparecem juntos), música de sua autoria em parceria com Zé Ramalho e Alceu Valença. “Eu me envolvi completamente, pois sou parte desse movimento e também sou intérprete dos cantores dessa época. Algo que eu admiro no Som Brasil é a liberdade que cada artista tem para criar sua interpretação das canções”, diz Elba. Ao ver a galera nova se apresentando, Geraldo comemorou: “É muito gratificante saber que além de minhas músicas terem atravessado tempos, ainda influenciam gerações”. E é exatamente isso que Camila Pitanga mais gosta no programa. “Os encontros que ele promove emocionam os próprios artistas convidados e, ao mesmo tempo, surpreendem o público”, comentou.

Som Brasil é escrito por Cleodon Coelho, Fernanda Scalzo e João Carrascosa, tem direção de núcleo de Luiz Gleiser e direção geral de Gleiser e Cacá Silveira. A ideia é justamente mostrar músicas que marcaram época com uma nova roupagem. Leia também a entrevista que Luiz Gleiser deu ao nosso blog sobre o programa. 
 
Veja, a seguir, a lista das canções e intérpretes que irão ao ar nesta sexta, 27, na TV Globo, depois do Programa do Jô:

Elba Ramalho canta “Mucuripe” (Fagner e Belchior), “Avôhai” (Zé Ramalho), “Táxi Lunar” (Geraldo Azevedo, Zé Ramalho e Alceu Valença), “Paralelas” (Belchior) e “Pavão Misterioso” (Ednardo). Nuria Mallena apresenta “Velha Roupa Colorida” (Belchior), “Dona da Minha Cabeça” (Geraldo Azevedo e Fausto Nilo) e “Noturno” (Graco/Caio Silvio, sucesso de Fagner em 1979). Karina Buhr interpreta “Revelação” (Clodo Ferreira e Clésio, sucesso de Fagner em 1978), “Apenas um Rapaz Latino Americano” (Belchior) e “Cavalo Ferro” (Fagner e Ricardo Bezerra). “A Palo Seco” (Belchior), “Frevo Mulher” (Zé Ramalho) e “Admirável Gado Novo” (Zé Ramalho) ficam com Zé Cafofinho e Suas Correntes. 

Postar um comentário