Páginas

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Filme "Os Vingadores" chega aos cinemas

Time de super-heróis tem de salvar a terra da garras do vilão Loki
Quatro anos depois de “Homem de Ferro”, e após a sequência de “O Incrível Hulk”, “Thor” e “Capitão América”, “Os Vingadores” reúne, enfim, o time de super-heróis da Marvel no que promete ser a primeira explosão do verão americano.

Escrito e dirigido por Joss Whedon, criador de “Buffy - A Caça-Vampiros”, o filme junta poderes especiais de cada um na batalha contra Loki, o supervilão já conhecido em “Thor”. 
Reunidos nos quadrinhos por Stan Lee e Jack Kirby em 1963, o filme chega nesta sexta, dia 27, a mais de mil salas em todo o país.

O longa calibra toques de ação, humor, sensualidade e traz também um tanto de lição de moral. 

O diretor Joss Whedon conseguiu equilibrar personagens fortes e carismáticos, impedindo que um ofusque o outro. Robert Downey Jr. até rouba uma ou outra cena com seu Homem de Ferro, mas a abordagem é coerente com o exibicionismo de seu próprio personagem. 

Somando forças, os heróis têm por objetivo um dos maiores clichês do cinema: salvar a Terra de uma alienígena. Com uma sequência já confirmada, alguém duvida de que vão conseguir?  

O filme segundo os atores
O Metro pediu a cada ator que participou de "Os Vingadores" que falasse sobre os bastidores do filme. Confira o que eles disseram:

“Capitão América” - Chris Evans sobre o seu papel: “Acabei dando todas as ordens, como ‘Hulk, vá acolá fazer aquela coisa impossível; Thor, crie um portal; Homem de Ferro, voe nessa direção.” (risos) Mas com quem ele trocaria de lugar se pudesse? “Veja bem, eu gostaria de ser o Homem de Ferro, porque adoro os filmes dele, mas quem poderia fazer isso melhor que [Robert] Downey Jr.?”

“Thor” - Chris Hemsworth sobre ser um gracioso deus nórdico: “Houve uma cena de luta em que eu estava pendurado em um fio. Eu devia descer e pousar em um penhasco, dar uns passos e conversar com outro personagens. Mas, nos primeiros takes, eu só caía de cara no chão – algo bem pouco convencional para um super-herói”, conta.

“O Incrível Hulk” - Mark Ruffalo sobre assumir o comando: Ele é o terceiro ator a desempenhar esse papel em apenas uma década, após Eric Bana e Edward Norton. “Foi aterrorizante”, diz. “Sabia qual era minha responsabilidade e percebi isso ao cometer o erro de entrar na internet e ver a repercussão sobre o anúncio de que eu viveria o personagem. Nunca farei isso de novo, porque nunca tive um papel tão examinado e criticado antes mesmo de começar a gravar.”

“Homem de Ferro” - Robert Downey Jr. sobre não estar mais sozinho: “Lembro de ficar nervoso, empolgado e meio reticente em relação a essa reunião”, diz o velho Tony Stark. “No momento em que os dois Chris (Evans e Hemsworth) lançaram suas franquias individuais com sucesso e carisma, fiquei surpreso. Quando soube que teríamos Mark [Ruffalo], fiquei impressionado. Então, só o fato de ser um trabalhador entre outros trabalhadores significa estar onde estive no começo. Foi bom não ter que carregar um filme sozinho. E todo mundo foi muito, muito, muito igual nessa aventura.”

“Gavião Arqueiro” - Jeremy Renner sobre como foi surreal montar uma equipe pela primeira vez: “Achava que se tratava apenas de conseguir juntar todos os atores em uma sala, vestidos com uniformes, como no Dia das Bruxas, mas não.”  “Quando todos estavam juntos, era memorável. E assustador e engraçado. Eu brincava com o martelo do Thor, enquanto ele se divertia com meu arco.&rdquo

Band
 

Postar um comentário

Follow My Spotify Playlist!