Páginas

sexta-feira, 2 de março de 2012

SEXTANIMAL - PF apreende animais silvestres em sítio na Região Serrana do Rio

A Polícia Federal (PF) apreendeu, nesta quinta-feira (1º), dezenas de animais silvestres num sítio em Araras, na Região Serrana do Rio. Segundo os investigadores, a propriedade é de Rogério Andrade, acusado de chefiar uma quadrilha que explora máquinas caça- níqueis.

Segundo o Tribunal de Justiça, Rogério Andrade ainda é considerado foragido. Ele responde pelo assassinato do primo dele, Paulinho Andrade, morto em 1998.

Não foi o conforto da propriedade que chamou a atenção, mas sim um minizoológico, com mais de 30 aves e mamíferos exóticos, como lhamas e alpacas dos Andes, e um emú, da Austrália.

Um veterinário e dois tratadores de animais do zoológico do Rio também participaram da operação. Eles ajudaram a identificar e a analisar as condições dos bichos e não gostaram do que viram.

Os avestruzes vivem num espaço pequeno, onde se machucam com facilidade. Num campo de futebol, sem qualquer proteção contra o sol, há famílias de cervos com filhotes. São de duas espécies africanas, sequer encontradas no zoológico do Rio.

“O bebedouro é um grande problema para um tipo de cervo até pela galhada que ele tem. Muitas vezes ele não consegue abaixar até o bebedouro por causa do galho”, observou o veterinário Alex Spadetti.

Nesta quinta-feira, apenas cinco animais foram levados para o zoológico. A captura exigiu preparo físico. Na tentativa de fuga, uma das lhamas chegou a se jogar no riacho. Com a avestruz ferida o trabalho foi ainda maior. Somente com uma dose de tranquilizante, ela foi imobilizada.

O dono do sítio, Rogério Andrade, vai responder por cinco crimes, como maus tratos, e por manter animais em cativeiro sem autorização.

“É possivel que ele responda por cada um desses ilícitos mais de uma vez. Vai depender do número de animais e da forma como eles foram adquiridos”, explicou o delegado Fábio Scliar.

Fonte: G1
Postar um comentário