terça-feira, 15 de novembro de 2011

Courtney Love ameaça deixar palco do SWU após fã mostrar cartaz de Kurt Cobain

Entre um hit e outro, como "Malibu" e "Celebrity Skin", a cantora não para de interagir com a plateia.
 
Durante apresentação, Courtney deixou os seios à mostra.
Durante apresentação, Courtney deixou os seios à mostra. Foto:Divulgação
 

Paulínia - Dizer que Courtney Love é maluca pode ser entendido como um eufemismo. Polêmica e sem papas na língua também parecem meios fracos de descrever a cantora, mais conhecida por ser a eterna viúva de Kurt Cobain, do Nirvana. É assim que ela sempre se mostrou, e não seria diferente em sua apresentação no festival SWU, em Paulínia, neste domingo.

Só nos primeiros cinco minutos de show, Love falou mal do U2, fez cover de uma música dos Rolling Stones, pediu um batom emprestado, falou que alguém da plateia parecia Kurt Cobain e zombou de seu relacionamento amoroso com Billy Corgan, do Smashing Pumpkins, --ufa!-- entre algumas outras coisas.

"Esse é o novo Hole", disse Love, ao apresentar um grupo de cinco dançarinas brasileiras.
"Hoje nós vamos tocar algumas músicas do [disco do U2] 'Achtung Baby'. Já que Bono nunca me chamou para abrir um show do U2, eu vou tocar 'The Fly' e vou detonar". E não era mentira. Lá pelas tantas, o cover realmente veio.

E essa não foi a única versão que Love fez de outros artistas. Teve ainda "Sympathy for the Devil", dos Stones, e "Bad Romance", da Lady Gaga, em "versão Metallica", segundo a própria Courtney. "Foi divertido, né? Claro, como se ninguém nunca tivesse feito cover dessa", brincou.

Entre um hit e outro, como "Malibu" e "Celebrity Skin", a cantora não para de interagir com a plateia. Tem desde os seus momentos de comediante stand-up, como quando comenta sua relação com Corgan --"a gente nunca transou. Tá, talvez uma ou duas vezes. Só escrevíamos cartas de amor um pro outro. 'Mellon Collie and the Infinite Sadness' é inteiro sobre mim"-- até para pedidos esdrúxulos --"alguém tem um batom? Meus lábios estão nojentos. Eeew, está enferrujado!"

Numa dessas, Love se enfureceu com uma pessoa na plateia com um cartaz com uma foto de Cobain. "Pare de me mostrar isso. Você não foi casado com ele, eu fui. Eu é que convivo com o fantasma dele e com a filha dele, e não você. Você não foi expulso da banda pelo Dave Grohl, eu fui", disse, antes de deixar o palco e ameaçar encerrar o show. Nisso, o guitarrista da banda voltou, pedindo: "Vocês querem que Courtney volte? Então digam que os Foo Fighters são gays". Sem muito sucesso, a banda apelou para a dançarina brasileira, que pediu: "Gente, não é para gostar do Foo Fighters, é para gostar do Hole. Chamem a Courtney de volta". Não teve muita gente chamando, mas ela voltou mesmo assim.

E não parou de chamar atenção. Tratou de tirar logo a blusa e mostrar os seios para a plateia --e para quem assistia tudo ao vivo pelo canal Multishow.

Fonte: D24
Postar um comentário

Follow My Spotify Playlist!