Páginas

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Vejamos.. quem dá lição em quem?

Veja a conversa
Recebi um e-mail com conteúde que desconheço totalmente. Era uma conversa qualquer, não lembro o assunto, que, logo vi, não tinha nada a ver comigo. Detalhe: este e-mail estava endereçado a vários destinatários ao mesmo tempo. Fiquei indignada pois recebo e-mail assim o tempo todo e recebo, inclusive, as respostas ou o mesmo e-mail de novo por que os destinatário da primeira mensagem encaminharam ou responderam a mensagem para todos os envolvidos. Outro detalhe: eu nunca sei do que se trata. Só sei que colocam o meu email na lista e ficam distribuindo pela rede para milhares e milhares de pessoas.

Há muitos anos atrás, quando eu enviei um e-mail para várias pessoas e não usei o CCO recebi vários xingões. E, quando aprendi a lição, logo em seguida, nunca mais deixei de usar o cópia oculta para envia malas-diretas aos clientes em potencial. O problema é que as pessoas se ofendem com tudo. Então, nem isso eu podia fazer que levava xingão direto. Ainda bem que existem as redes sociais, entretanto, algumas pessoas continuam se sentindo "coitadinhas" por receberam mensagens indesejadas. Vocês sabem, aquelas pessoas que deveriam morar no meio do mato e, ainda assim, matariam os animais e ficariam bravas por que eçes estão invadindo o espaço deles. Hehe!

Na verdade, o que quero dizer é que estou cheia de receber esses e-mail pelos quais muito fui xingada, mesmo tendo feito tudo direito. Hoje, dei uma lição de moral muito válida para o cara que me mandou uma lista de e-mails. Dei bom dia e disse que não queria mais receber mensagens de pessoas que desconheço e ainda com vários endereços também desconhecidos. Respondi isso para todos, visto que, tenho certeza absoluta, aqueles que receberal a mensagem do cara e gostaram, vão encaminhar para várias outras pessoas com os endereços no corpo do e-mail. 

Uma das  pessoas que também estava entre os destinatários, respondeu que eu fui mal educada respondendo a todos e que estava dando lição de moral. Que devemos ensinar com educação.

Ora, se eu tivesse respondido só para quem envia a mensagem original, só ele teria aprendido. Os outros teriam feito o que eu disse anteriormente, teriam encaminhado a mensagem com todos os endereços. Eu acabei respondendo pra esse cara que talvez tenha sido mal educado, mas que era para as pessoas aprenderem mesmo e não era lição de moral.  E pedi desculpa. Mas, foi só para encerrar a conversa pois eu tava mesmo é com vontade de mandar o cara TNC.

Interessante essa nossa conversa, não acham?
Eu não posso ensinar algo às pessoas, mesmo que grosseiramente, mas ele pode me responder dizendo que fui moralista. Hum.. Se eu tivesse continuado a conversa, isso não teria acabado nunca. O fato é que ele nem devia ter dado bola pois, a lição que eu tava tentando ensinar, ele também tentou. Ou seja, ele também é moralista e, acima de tudo, ainda me ofendeu. Acredito que é isso que nos diferencia. ele deu a última palavra, depois que eu pedi desculpa, ele respondeu sem problemas. O senhor dono da verdade. No primeiro e-mail que ele me mandou disse que não era nada pessoal. Cara, quem escreve assim hoje em dia? ele só podia querer dar mais lição do que eu.

Cansei desses e-mails, vou bloquear e ser bem severa agora. Antes eu fiz até um desenho no corel e enviei a cada um que me enviava um monte de endereços. Vocês acham que adiantou? Desculpem, mas tem muita gente ignorante e que não presta atenção nos detalhes importantes. O e-mail tá ficando quase obsoleto e ainda tem gente que não sabem mandar uma mensagem para várias pessoas.

Que se danem os falsos moralistas que nos ofendem só por que damos uma lição mais severa de vez em quando. Quem enviou o e-mail original me pediu desculpa e eu não respondi pra ele dizendo tudo bem, querendo dar uma de gostosa, como fez esse cara que comentei.

Sinceramente, começo a duvidar que unanimidade seja uma burrice. Podemos concordar em tudo e duvidar ao mesmo tempo, mas executamos com unanimidade. Imaginem se a maioria das pessoas enviassem mensagens sem usar o CCO! Quando leríamos o que realmente importa?

Tem muita gente bocaberta por aí e egoísta também. Assim como eu fui moralista depois de ter falado em moralismo, esse cara também vai reclamar de uma mala-direta indesejada.

Isto que eu havia adotado a política de receber a todos os e-mails pois algum poderia me interessar algum dia e, aqueles que vinham com vários endereços, eu repassava para um amigo que faz listas para e-mail marketing. Este último, só de sacanagem! Todavia, é uma sacanagem útil para a economia. Quem nunca recebeu um e-mail que estava precisando? Isso, claro, depois de vários indesejáveis.

Contudo, havíamos concordado, eu e os meus leitores que, conforme o dicionário também, o moralismo era bom e imprescindível, desde que justo e educativo. E eu fui assim, só que, no momento, despertou em mim uma "sargenta-avô" dos anos 60. Que dureza!!
Postar um comentário

Follow My Spotify Playlist!