Páginas

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Morram consultores, morram!

 Uma imagem vale por mil palavras!
Ilustração: Google

Recentemente, em uma entrevista, fui questionada sobre a minha idade, 31 anos (e subindo..). Como resposta, obtive uma cara feia (aquelas de eu não acredito!) e a seguinte frase: "a empresa quer contratar pessoas jovens, pensei que tu tivesses 26, não sou eu, é a fulana que vai te entrevistar que quer assim" ou algo do gênero, não lembro da ordem certa. Só sei que essa informação foi uma das primeiras que obtive, logo, eu já não cabia mais  dentro de mim de tanta "felicidade e motivação" que senti naquele momento.

Passei o dia em teste, mas, como eu estava bloqueada devido ao pré-conceito anterior, apesar de ter escrito bons textos, não consegui render da maneira que eu esperava, não tive aquela inspiração costumeira que vocês apreciam aqui no blog. Até por que, me foi sugerido que eu retirasse, escondesse, mentisse e omitisse a minha idade em todas as minhas redes sociais e, inclusive, no currículo.
Ilustração: Google
Não sou perfeita, entretanto, mentir não é um dos meus verbos preferidos. Mesmo que fosse por uma boa razão, ainda assim eu teria de mudar o que sou. Honestamente, sem politicagem implícita, não pretendo humilhar o meu eu e subjugar o brilho dourado de minha personalidade. Se eu fosse atriz.. um Oscar não seria problema pra mim.

Mas, eu sou alguém, aquela que compra, que vende, que contribui e move a economia, da mesma forma que mexo com as "cadeiras", com destreza, com inteligência, com objetivo e com qualidade.

Tantos anos "fuçando" na internet e até já me deram o título  de consultora e consultora requisitada. Todavia, quem pensam que são os consultores? São pessoas "velhas", obsoletas. Se julgam peritos nisso e naquilo. Morram consultores, morram! (Hitler adoraria essa)

Aqui não há lugar para o antigo, para a experiência. O que querem vocês aqui? 

 Tudo depende da perspectiva!
Ilustração: Google

Talvez essa seja uma nova modalidade de "racismo".

Primeiro exigimos experiência, depois atiramos a primeira pedra em quem souber mais, poucos sobraram e "são esses que vão olhar para traz quando o fogo estiver caindo dos céus em 2012".

Oops!! Não sejamos tão radicais. Nem vocês comigo e nem eu com vocês.

Envelhecer não quer dizer perder a maneira jovem de pensar os fatos. É só uma nova perspectiva. Veja que ninguém sabe tudo e aquilo que é recém aprendido, é novo. Como pode uma mente então envelhecer? Como alguém pode não servir mais? A soportunidades são tão abrangentes e ficam cada vez mais sem limites. que qualquer um pode qualquer coisa, basta querer.

Eu aprendi muito com a minha vivência virtual. Converso com pessoas de diversos nívei se sei que, independente de idade ou formação, a expertise que eu adquiri, muitos não têm e não conseguem ter em um curto espaço de tempo.

Então, a verdade seja dita.. não sou eu que estou envelhecendo, é o mercado em que estou inserida que está desatualizado. As tendências vêm e vão, mas nunca são aplicadas, tudo sempre acaba em.. teoria, a qual se encontra nos livros, nas redes sociais, nos ipads..

"E os cérebros dos entrevistadores/contratantes continuam suceptíveis  aos sobressaltos da ignorância , talvez (assim pensando eles), por estarem inseridos num sistema nervoso."

 Talvez não tenha sido seus ideais, mas sua idade expirada!
Ilustração: Susto de Amor

Pensando bem.. o que será que aconteceu com a panela velha..?



Links relacionados:

Depois deste post, quem não contrata pessoas mais velhas é preconceituoso e ignorante!

 

Profissionais mais velhos ganham espaço no mercado de trabalho

Postar um comentário