Páginas

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Mão-de-Obra qualificada pra quê?


Muitas reportagens estão sendo veiculadas nas mídias em geral sobre as milhares de vagas não preenchidas por falta de mão-de-obra qualificada. Só peço uma coisa às empresas, inclusive aos RHs, que olhem melhor a sua volta. Conheço diversos profissionais formados e estudando que são excelentes no que se propõem a fazer e não estão empregados. 

É fácil falar! Mas, uma grande verdade é que quanto mais o candidato tem, mais é exigido. Isso sem contar com a tal empatia. Muitas pessoas já vieram reclamar pra mim que fizeram tudo o que pediram na seleção e não foram adiante por qualidades pessoais que, durante o trabalho, poderiam ser aperfeiçoadas e melhoradas. Concordo que é preciso estudar, porém, é preciso valorizar aquele que estuda também. 

E, se o "cara" é meio agressivo ou desajeitado, quem sabe fazer sua parte social e empregar essa pessoa, canalizando os pontos negativos dela, de forma que isso contribua para o desenvolvimento de todos? Eu não sou partidária, mas se você deu 2 chances ao Lula, por que não dar 1 chance a outros? Toda a boa ação é bem vinda!
Postar um comentário