Páginas

sábado, 17 de abril de 2010

É piada mesmo!

    Moramos em um país que deseja erradicar o preconceito racial definitivamente de nossas vidas, entretanto, ao passear à noite pela cidade, encontro uma vizinha que diz entre outras coisas: "..o que eu trouxe de melhor da minha viagem à África, sabe, foi o pessoal daquela cor com um sorriso no rosto. Nunca vou esquecer!". Essas foram as palavras dela e não minhas. Além disso, é fácil abrir um jornal e ler ditos populares degradando as etnias (ex.: piadas de português) ou  ligar a tv e aceitar a veiculação de comerciais SMS/Torpedos, como a do 49526, que presenteiam o usuário desse sistema de telemensagens com piadas de loiras. Cara, isso é preconceito! Mas é tão comum que, meu sobrinho, o qual mal saiu das fraldas, já está "tirando sarro" da minha pessoa pelo msn. Perceba o tipo de cultura que passamos para nossos jovens!

    Se a sociedade almeja a paz, deve dar um basta nessa agressão verbal que deturpa o potencial humano. Pois essa atitude vulgar, medíocre e grosseira, mas que se salienta no cotidiano, vai de encontro com nossos ideais de qualidade de vida e provoca os piores sentimentos na humanidade: a raiva e a discórdia. Sendo assim, não adianta pedir ou rezar pela paz nos estádios, no trânsito ou no Oriente Médio, visto que ainda louvamos a ignorância como uma santa bênção.


Postar um comentário